Entrevista de Maite para ‘Mi Guía’ traduzida

31/10/2010 11 Por Fábio Correia


A nova rainha das telenovelas, assim como já é considerada Maite Perroni, que volta as telinhas com a segunda versão da novela O Privilégio de Amar. Dita história que se chamará Triunfo del Amor, é produzida por Salvador Mejía, que graças a química que tiveram Maite e William Levy em Cuidado con el Angel, os elegeu como protagonistas: “É uma história que precisa de dois personagens mais maduros, meu personagem é uma mulher que começa a sair pelo mundo e vai crescendo, a história é diferente e espero que o público goste do que verá”.

Mi Guía: Um de seus desafios é conseguir que o personagem seja mais maduro em comparação com os que realizou anteriormente?
Maite Perroni:
“Quando começo a ler uma história ou um personagem, o que eu gosto é sentir simplesmente o que está escrito e não analiso o que já fiz antes, simplesmente se deve deixar levar pelo que se sente e pelo que se tem à contar”.

MG: Já está preparada para as comparações com a versão anteior desta novela e com Adela Noriega?
MP:
“Meu objetivo principal é que o público viva comigo esta história e que quando eu faça uma cena que o público sinta o que eu estou sentindo, pra mim isto é o mais importante, pois não pretendo competir com nada, nem com ninguém, não se pode fazer isto, pois todos somos diferentes, temos formas diferentes de contar e de viver o mesmo”.

MG: Você ficaria lisonjeada se de agora em diante fosse considerada a nova rainha das telenovelas?
MP:
“Sim! Seria uma honra, mas ainda tenho muito que trabalhar para que isso se torne realidade. Se um dia chegarem a me considerar assim, ficarei muito lisonjeada, mas mesmo assim vou seguir trabalhando e melhorando”.

MG: Você vai trabalhar novamente com William Levy…
MP:
“Sim, e estou muito contente, como todos podem ver parece que nós temos uma ótima química, e as cenas mostram isso”.

MG: Preparada para que mais uma vez te liguem sentimentalmente com William?
MP:
“Fazem isso comigo sempre, independente de com quem eu contracene, já é normal, com Sebastián Zurita já até apostavam que estávamos saindo, mas ele é apenas um bom amigo meu; com Eugenio Siller também; com William também já passei por isso, não me surpreenderia que voltem a fazer, não faz diferença, na verdade isso não me oprime. Eu estou trabalhando e isso é que mais me importa, porque eu gosto muito do personagem e da história”.

MG: Veremos muitas cenas românticas entre vocês…
MP:
“Durante toda a novela iremos vendo este processo natural de um par romântico, primeiro a parte onde eles começam a se conhecer, onde começam a se apaixonar, a se seduzir, a se encontrar e se desencontrar, e em um par romântico como na vida real há momentos, etapas, e por isso haverá muitos momentos de amor, paixão, ternura e raiva”.

MG: Você está namorando ou está solteira?
MP: “Solteira, bastante tranquila, muito bem. Isso eu gosto de manter mais na intimidade, porque é a única coisa que eu tenho. Mesmo assim, espero que futuramente alguém ocupe o meu coração”.

Créditos: MaiPerroni (tradução e adaptação exclusiva da entrevista) & Mi Guía.