Maite Perroni fala sobre as críticas que Cachito de Cielo recebeu

Maite Perroni fala sobre as críticas que Cachito de Cielo recebeu


Maite Perroni
desmentiu as críticas que têm sido feitas à telenovela Cachito de cielo, a qual ela protagoniza; ela explicou que a intenção da história é apenas entreter e não fazer uma crítica ou piada da religião católica.

Ao ser questionada sobre a confusão que a novela tem provocado nos telespectadores o fato de que um padre tente conquistar uma jovenzinha, a atriz indicou que tudo está sendo feito com absoluto respeito às crenças das pessoas, as quais ela também professa.

“Cachito de cielo é uma história que desde o princípio foi feita para que fosse uma farsa, uma comédia, uma história em que um jogador de futebol morre e ao chegar ao céu o voltam à Terra em forma de um padre, e o divertido é que um padre esteja envolvido em tantos problemas. Jamais foi feita com o sentido de ofender nada, nem ninguém”, detalhou.

Maite aclarou que os que já compreenderam a trama da história cada vez se engajam mais e não julgam sem bases, porque a intenção da produção jamais foi etiquetar ninguém e pouco a pouco terá mudanças drásticas, tal como desde o começo se planejou.

A ex RBD apontou que o padre de sua história, interpretado por Pedro Fernández, não tem a vocação para ser padre e jamais fez essa promessa para ser, ele é outra pessoa que está metida neste corpo diferente, sem nenhuma malícia.

“Não se trata de manchar a imagem de ninguém, nem de que creiam que um padre é super galanteador, ele é um padre em apuros. Está metido em um corpo diferente e não sabe como sair dele”, indicou.

Assim sendo, comentou que está contente de ter a oportunidade de fazer essa ficção na televisão, porque isso a permite manter uma imagem fresca, em um projeto que engloba o que necessitava, porque ela também canta.

A jovem atriz aclarou que a história irá mudando e o mais importante é que a história cumpre o objetivo  de que as pessoas desfrutem uma história diferente. “Como actriz não se pode mudar o rosto, nem a voz, por isso aproveito cada personagem; com Renata, me dou o luxo de gesticular mais expressões”.

Créditos: MP (tradução e adaptação) Fonte: Diario Basta

Uma menina/mulher um pouco com grandes sonhos, com amor imenso pela Maite. Uma de minhas paixões dedicar um pouco do meu tempo ao MaiPerroni.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *