001~19

A vida para a atriz e cantora Maite Perroni , ex – RBD , é cheia de desafios e uma longa temporada de telenovelas, mas está de volta na frente dos microfones com seu primeiro álbum solo : Eclipse de Luna.

De Miami, e quase pronta para tomar um vôo para Porto Rico para a sua turnê promocional , a mexicana disse ao vivo sobre sua proposta , os seus dias quando não está no ambiente artístico , e que agora está solteira” casamento” com o seu trabalho.

 Do que se trata este álbum?

O que eu quero é ser capaz de me aproximar de diferentes países da comunidade latina , que fazem parte da nossa essência e da cultura. Eu misturei diferentes gêneros ( bachata, pop e vallenato ) .

Seu primeiro single é Tú y Yo e surpreede com bachata . O que lhe dá o ritmo e a dança , sabe dança-lo ?

Para o video preparamos uma coreografia tem a sua piada e realmente gostei. Gosto de dançar  e assim será com cada um dos temas incluídos aqui .

Foi difícil dar o passo para a carreira solo?

Por três anos venho planejando este novo processo. Vem trabalhando silenciosamente , assim fazia novelas , para o momento certo  sair com a música. Agora estou comprometida com o meu album , eu estou feliz de fazer-lo. Há um dueto que mais tarde poderão conhecer, é com um artista que eu respeito .

É difícil desapegar do rótulo de ex- RBD ?

Eu vivi esse processo , eu gostei e aprendi muito. Agora desfruto esta nova etapa como solista , me permite compartilhar com pessoas de outros lugares. Passei bem . Estou bem, isso não gerou qualquer conflito.

Ainda mantém contato com eles ou se afastaram?

Não, todos estão trabalhando por conta própria e que dificulta o contato e a proximidade. Estamos todos ocupados , mas há um carinho muito grande.

Como você se define aos 30 anos ?

Uma mulher satisfeita, cheio de sonhos , vivendo ao máximo a plenitude pela sorte de desfrutar a vida , me realizando no que eu amo, e no que me move .

E como é em um dia de folga se eu encontrar você na rua?

Ah , muito, muito normal! Igual e nem mesmo perceberá que passei na sua frente , sou muito tranquila, nada chamativa  e nem se dará conta  que eu estou perto. É bom, porque é como ter a capacidade de aparecer e desaparecer. Eu adoro , é como fazer visível e invisível. Quando eu canto eu me entrego completamente , mas depois baixo e  volto a minha vida normal, ir ao cinema com os meus amigos, sair sem maquiagem , confortável e ninguém saber. Eu não sou alguém que gosta de sair e fazer shows e escândalos.

Quais são os planos que falta cumprir ?

Eu gostaria de fazer filmes, mas também produzir e dirigir . Eu gostaria de me estabelecer na música , para construir credibilidade com o público, minha próxima meta é a turnê com shows cheios.

Você se considera uma mulher que exala sensualidade ?

Eu acho que há momentos para tudo na vida e que todos nós temos um pouco disso, mas você tem que saber onde e como.

Você canta o amor , mas como está em assuntos do coração ?

Eu estou bem, feliz e afortunada. Estou cheia de amor. Tenho recebido apoio incrível do público, o que me permite continuar a defender Eclipse de Luna. É claro que eu estou apaixonada , trabalhando duro.

Mas você está solteira?

(Risos) Sim !

Você se casou nas suas telenovelas.Você é uma das mulheres que sonham com esse momento ?

No futuro eu gostaria de ter uma família e me casar. Mas você sabe, eu não sou das que ficam idealizando esse momento. Não tenho pressa ou ansiedade. Isso vai acontecer um dia que seja com alguém que , em primeiro lugar , tenha uma clara consciência e maturidade de viver como um casal e andar de mãos dadas com alguém. Isso me importa mais do que um anel e um vestido branco.

Agora todo mundo quer se casar em uma idade próxima a minha e ver o planejamento do casamento , mas são poucos comprometidos .

Você se considera aventureira?

Sim, eu já pulei de pára-quedas (risos) . Sim, sim, eu sou aventureira. Gosto de me arriscar, sou agitada , lançada , não fico quieta. Quando tenho oportunidade de me deslocar de um lugar para outro tomo decisões , e não tenho medo. É o caso de Eclipse de Luna, era um risco , foi levado para o ar , foi um desafio para propor esta bachata ( Tú y Yo ) e esta produção, porque , no final, você nunca sabe o que vai acontecer .

Créditos: MaiPerroni.org (Tradução e Adaptação) Fonte: La Nación

Maite Perroni: “Não sou das que sonham em casar”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *