Hoje é a estreia do polêmico remake de Rebelde, da Record. Sei que a maioria não está nada feliz com a adaptação brasileira e nem tiro a razão dos fãs da versão mexicana.

Realmente, Rebelde é uma das tramas latinas mais marcantes dos últimos tempos e é inegável que Anahí, Dulce Maria, Christian Chávez, Maite Perroni, Christopher Uckermann e Poncho Herrera ficaram imortalizados no papel dos rebeldes. Mais do que isso, passaram da ficção pra realidade com o RBD e viraram a febre que todo mundo conhece.

Mas, gente, remake é sempre motivo de polêmica. Eu, particularmente, acho que cada versão é uma novela diferente. Claro, comparações são inevitáveis, mas acho que é positivo recriar uma história que teve tanto sucesso em outros países (lembrando que Rebelde mexicano também era um remake da original argentina Rebelde Way).

Os próprios RBDs não se incomodaram nem um pouco quando contamos do remake. “Fico feliz, porque Rebelde é algo importante. Começou na Argentina, depois México e agora Brasil…é uma história que deve ser contada porque trata dos problemas dos jovens e é uma idade difícil…”, opinou Maite Perroni.

E Anahí concorda: “Acho a trama muito boa e acredito que será muito legal a versão brasileira . É que como fomos os primeiros pode existir uma certa resistência no começo, mas depois os fãs verão que a novela pode ser tão boa quanto a versão mexicana!”.

E muito se falou sobre a participação especial dos mexicaninhos em capítulos da versão brasileira. “Seria incrível, mas até agora ninguém falou comigo!”, disse Christian Chávez.

Créditos: Blog direto do México (nota) e Maiperroni.org

Maite comenta sobre a versão brasileira de Rebelde

Uma opinião sobre “Maite comenta sobre a versão brasileira de Rebelde

  • Amo esse site!! e fiquei super-feliz quando eu vi a foto dessa matéria, me trouxe muitas lembranças!! O trabalho de vocês é simplesmente demais!! Parabéns!!! Essa equipe sem dúvidas é divina!!! Cada dia melhor!! E podem contar com a minha presença sempre! ♥

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *